Ir para o conteúdo

Profissionais e empresas que souberem analisar dados, estarão à frente do mercado

No nosso dia a dia, parar e analisar uma situação – mesmo que por segundos – é o que nos faz tomar decisões assertivas ao longo do tempo. Se você observar, vai perceber que esse processo acontece em vários momentos do dia, no trânsito, ao atravessar a rua, ao responder o que um colega de trabalho falou, ao dar espaço para outra pessoa passar…. 

São muitas as situações em que precisamos analisar o que fazer, tomar uma decisão e agir. Esse processo analítico de tomada de decisão está cada vez mais em alta no mercado de trabalho, tanto que o data analytics é uma das tendências que despontam para 2022 

Com a enorme quantidade de dados a que somos expostos ultimamente, saber transformar números em informações, significados e soluções para problemas é de extrema importância. Somente assim empresas conseguem identificar tendências a partir dos acontecimentos, e traçar os próximos passos dos seus negócios. 

Neste cenário, as carreiras de cientistas de dados vão fazer muito sucesso em 2022. Se por um lado existem ferramentas que ajudam a compilar estes dados, de outro, profissionais qualificados precisam saber analisar tais dados, para suportar as decisões dos negócios com informações.

>> Saiba mais aqui sobre como transformar dados em informações de negócios!

Entre as funções de destaque na área de ciência de dados, podemos citar três: 

Administrador de Dados, aquele que vai fazer com que ambientes de data warehousing, data lakes, e ferramentas de análise de negócios (BI) funcionem de maneira integrada. Para isso, é importante que o profissional tenha conhecimento avançado em sistemas operacionais e bancos de dados, nuvens públicas, bem como em arquitetura de redes. 

Desenvolvedor de Rotinas, quem conhece de programação e das ferramentas nativas da nuvem (cloud native), necessárias para os processos que envolvem captura, transformação e carga de dados. Adicionalmente, cresce a demanda por análises em tempo real, utilizando tecnologias cognitivas.    

Cientista de Dados, que está vinculado às áreas de negócio ou de planejamento  da empresa. É a interface entre o time de TI e as linhas de negócio. Além de ter uma visão detalhada das funções acima, geralmente adiciona as noções estatística e analítica.  

Saiba mais aqui sobre como estabelecer Data lakes na nuvem!

Neste sentido, vale destacar que de acordo com a pesquisa realizada pela Alteryx, empresa de automação analítica, os profissionais de TI, no Brasil, estão à frente quando o assunto é automatizar tarefas demoradas que produzam resultados mais rápidos com o uso da tecnologia analítica. Para se ter uma ideia, 58% dos profissionais brasileiros são capazes de automatizar tarefas demoradas, enquanto 24% dos alemães e 16% dos cientistas de dados do Reino Unido conseguem automatizar tarefas similares. 

Segundo a pesquisa, o trabalho remoto foi o que incentivou estes profissionais a se desenvolver ainda mais na área, com apoio dos membros seniores da equipe. Essa comparação, mostra que o Brasil poderia passar por uma revolução no cenário de Inteligência Artificial, não fosse por algumas práticas de trabalho que acabam por segmentar as equipes de TI. 

Um exemplo é que apenas os cientistas de dados ganham treinamento exclusivo, enquanto outros colaboradores continuam estacionados com o mesmo tipo de conhecimento, tendo habilidades a serem desenvolvidas e gastando todo seu tempo e conhecimento em atividades que poderiam ser automatizadas, alocando a força de trabalho para ações mais estratégicas. 

Por outro lado, a pesquisa também mostra que as empresas precisam utilizar mais os dados e informações que possuem. Além disso, é importante que o mercado perceba que a transformação e os projetos de Inteligência Artificial não são ativos voltados exclusivamente para a área de tecnologia, mas que a área de tecnologia pode facilitar processos para qualquer outra área de trabalho, ajudando no desenvolvimento da organização, e porque não, da humanidade. 

Ou seja, considerando o cenário do mercado de trabalho, que precisa cada vez mais de soluções para problemas que estão sendo descobertos todos os dias, a empresa que investir em qualificação dos profissionais de TI na área de análise de dados, estará à frente da sua concorrência e de olho em um futuro não muito distante daqui, em que acesso aos dados será cada vez mais determinante para o desenvolvimento do seu negócio. 

Conte conosco em seu desafio de transformar dados em informações. Saiba mais sobre o banco de dados como serviço (DBaaS) da Matrix aqui!


Alexandro Castelli
Diretor de Produtos